Biografia

A história da dramaturgia brasileira passa pelos sons criados pelo maestro Roger Henri, compositor de mais de 2.000 trilhas sonoras que fazem parte permanente da nossa memória, como os temas de Supercine, Globo Repórter, No Limite e Altas Horas e canções de séries como Um só coração e Memorial de Maria Moura, ou das novelas Viver a Vida, Insensato Coração, Babilônia e Lado a Lado – vencedora do Emmy Award – entre muitas outras. Suas composições estiveram também presentes em momentos marcantes de nossa história: foi ele o autor do arranjo de piano e voz do Hino Nacional gravado por Fafá de Belém – símbolo da campanha das Diretas Já –  e da versão especial do Tema da Vitória, criada para a transmissão da cerimônia do sepultamento de Ayrton Senna.

 
Com marcante atuação no panorama musical brasileiro, Roger Henri também dirigiu e acompanhou grandes nomes da nossa música popular e contabiliza em seu currículo passagens pelas principais gravadoras (Som Livre, Universal, RGE, e outras).

Mais destaques:

  • Prêmio de MELHOR TRILHA SONORA no Festival de Cinema de Aruanda;

  • Criação de trilhas para peças publicitárias;

  • Participação nos Festivais da Canção;

  • Direção musical em shows na prestigiada Sala Funarte;

  • Criação e regência da trilha sonora para “VIA CRUCIS” e “VIGILIA” (ato artístico) 
    da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE na visita do Papa Francisco ao Rio de Janeiro; 

  • Trilha publicitária para a DISNEY.

Sobre o Roger:

"A releitura dos Beatles por Roger Henri, lançada em CD e DVD, é excepcional. Roger fez música incidental e composições suas em todas as minhas novelas mais recentes. É um grande companheiro de trabalho!"


Gilberto Braga - Autor de novelas

Crédito: AG.News

"Na televisão, as pessoas são tocadas por imagem e sons. Na maioria das aberturas e vinhetas da Globo nas últimas décadas, Roger Henri ajudou, com sua "maestria e profissionalismo", a emocionar milhões de brasileiros."


Hans Donner - Designer gráfico da Rede Globo

Crédito: Divulgação

"Querido Roger!
É com enorme satisfação que em nome da ONG ALFA aproveito essa oportunidade para agradecê-
lo por toda sua generosidade ao longo desses anos por conta das inúmeras participações e
envolvimento com campanhas e/ou ações em prol dos mais necessitados.
Desejo-lhe continuado sucesso nessa sua mais nova empreitada.
Um forte e carinhoso abraço,

Chirlen."

 

Chirlen Vieira - Presidente da Ong Alfa

"Na primeira vez que vi um show do Roger Henri na Casa Julieta de Serpa, eu fiquei impressionado com a qualidade do trabalho ali apresentado, não só por seus arranjos maravilhosos de um extremo bom gosto e sensibilidade, como também pelo excelente músico e guitarrista que é. Ele é dono de um talento e uma musicalidade rara de se ver, onde sabe dosar com perfeição as cores de uma determinada música, criando dinâmicas belíssimas entre um trecho e outro de suas interpretações e mostra que ser econômico também é ser virtuoso."


Chamon - Diretor artístico da Casa Julieta de Serpa - Rio de Janeiro

Crédito: Ivana Colombini